15/09/2016

Opinião | Seduzo-te | J. Kenner

Vai beijar-me, pensei. A minha mente estava num turbilhão, dividida entre a excitação e a surpresa. Ele era uma ferramenta, um suspeito, um criminoso. Ainda assim, eu desejava aquilo. Desejava muito aquele homem. Raios, desejava-o com todas as minhas forças.
Sloane Watson é uma brilhante agente policial e está decidida a encontrar a sua amiga Amy, misteriosamente desaparecida. Para chegar à verdade, Sloane tem um plano aparentemente inabalável: seduzir o poderoso Tyler Sharp, dono do Destiny, o requintado e exótico clube onde Amy trabalhava como bailarina, e onde foi vista pela última vez.
No entanto, no momento em que Sloane e Tyler cruzam os olhares, a atração entre ambos torna-se inebriante. Aquilo que deveria ser uma investigação policial dá lugar a um escaldante e perigoso jogo de sedução, no qual nenhum dos dois alguma vez pensou entrar. Mas será que ainda é possível voltar atrás e mudar as regras?


Embora tenha dado as mesmas quatro estrelas a este livro, que dei ao primeiro volume "Desejo-te", tenho de ser sincera e dizer que gostei mais do primeiro livro. 
Este é mais "mexido" a nível de acção. Se por um lado tem mais mistério e muitas revelações, por outro, tem muito mais sexo do que no primeiro, e foi exactamente por isso que gostei mais do primeiro. Tinha emoção, paixão e amor. Neste temos muita luxúria. O amor não veio primeiro como entre Evan e Angelina (personagens do primeiro volume desta série "most wanted"). Agora vocês pensam "Mas, mas... isto é um romance erótico, estavas à espera de quê Vera?" e eu respondo que estava à espera de mais amor em vez de luxuria, emoção, paixão e não apenas a vontade de saciar uma vontade. É óbvio que o amor haveria de aparecer no entretanto, mas enquanto isso não aconteceu, foi complicado sentir-me enlevada por este livro.
Ora bem, neste "Seduzo-te" somos apresentadas a Sloane, uma policia de baixa por ter sido ferida em serviço, e à qual uma das amigas pediu-lhe ajuda para encontrar alguém desaparecido. Sendo obstinada até mais não, Sloane entra no mundo de Tyler, um dos melhores amigos de Evan (e sócio). Um mundo que ela sabe (ou pensa que sabe) ser um que é cheio de segundas intenções, corrupção, traição e sujidade. Posso ser absolutamente sincera sobre esta personagem? Não gostei dela. estava à espera de uma mulher mais forte a nível psicológico. Ela tinha a força de um agente policial, mas ao mesmo tempo, como mulher era muito controlável. Deixou-se levar pelo desejo e pela luxúria num ápice e não tinha qualquer força para enfrentar os seus traumas e segredos. Estava à espera de muito mais de uma personagem com a garra que ela parecia ter. No final das contas ela acabou por ser mais uma que se movia a sexo. No entanto, se Sloane não conseguiu a minha simpatia, já não posso dizer o mesmo de Tyler. Desde que o conheci no primeiro volume, junto com Evan e Cole, que simpatizei de imediato com ele. É atraente, como não podia deixar de ser, honesto (ao contrário do que toda a gente pensa dele), é verdadeiro e apesar de gostar de algumas cenas mais "violentas" no que ao sexo diz respeito, é um homem carinhoso e apaixonado. Desde que conhece Sloane que se vê enredado numa atracção imediata por ela. À sua maneira vai cuidar dela e vai mostrar-lhe que ele não é o criminoso que ela tem a certeza que ele é.
Em relação ao verdadeiro motivo que levou Sloane ao caminho de Tyler, até determinada altura dava a entender que a amiga de Sloane tinha apenas decidido desaparecer para começar uma vida nova. e, graças aos conhecimentos de Tyler, a verdade era bem diferente e muito mais violenta do que inicialmente se pensava. Gostei dessa parte do livro, o mistério que envolvia o desaparecimento de Amy, a ex-stripper que trabalhava no Destiny, clube pertencente a Evan, Tyler e Cole, que às vezes era esquecido por Sloane justamente porque muitas vezes ela estava com o cérebro ocupado com outras coisas. 
Recomendo!
(Este exemplar foi gentilmente cedido pela TopSeller em troca de uma opinião sincera)

Sem comentários:

Publicar um comentário

O seu comentário é valioso!
Obrigada pela visita e volte sempre!