19/07/2018

Novidade Nascente | Caminho acidentado | Richard Paul Evans

E se pudesse voltar atrás e começar de novo?

Primeiro volume de uma nova e muito aguardada trilogia sobre os caminhos que percorremos, as escolhas que fazemos e a possibilidade recomeçar. Uma história inesquecível sobre segundas oportunidades, de um escritor que tem a capacidade de ler as nossas almas e curar os corações partidos. Richard Evans já vendeu mais de 20 milhões de livros em todo o mundo, quatro dos quais adaptados ao cinema.
Nos seus dias de glória, a Route 66 era muito mais do que uma imensa estrada asfaltada a ligar Chicago a Santa Mónica. Era um caminho que os americanos percorriam, quais pioneiros, rumo a um novo mundo de oportunidades. Era o sonho americano. Charles James é a personificação desse sonho: apesar de uma infância de pobreza e sofrimento, consegue criar uma fortuna invejável graças ao retumbante sucesso profissional. Mas nem tudo é perfeito na sua vida. Charles fica abalado quando descobre que um dos seus clientes se suicidou por sua causa, ainda que indiretamente, e pelo seu modo de vida moralmente duvidoso. Começa então a questionar as suas escolhas e a colocar em causa o tipo de homem em que se tornou. Assombrado pelo próprio sucesso, apenas uma reviravolta do destino pode mudar a sua vida e dar-lhe uma segunda oportunidade. E é precisamente isso que acontece. A questão é: o que fará Charles com essa dádiva? Saberá realmente aproveitá-la?

Uma jornada épica que não irá esquecer tão cedo.

Caminho Acidentado de Richard Paul Evans (Nascente | 272 pp | 17,69€) acaba de chegar às livrarias. A Nascente disponibiliza os primeiros capítulos para leitura aqui.

Richard Paul Evans nasceu em 1962 em Salt Lake City, nos EUA. O seu primeiro livro, The Christmas Box, foi escrito para as filhas. Encorajado por amigos e familiares, fez uma edição de autor que rapidamente alcançou os tops de vendas. Os seus livros, 25 no total, estão traduzidos em mais de 18 línguas e já venderam para cima de 20 milhões de exemplares. É também fundador da The Christmas Box House International, uma organização dedicada a ajudar crianças maltratadas e negligenciadas. Quatro dos seus livros já foram adaptados para cinema: The Christmas Box (1995); Timepiece (1996); The Locket (2002); A Perfect Day (2006). 

Saiba mais sobre o autor em www.richardpaulevans.com

Novidades TopSeller | Jill Mansell | J. Kenner | Julianne Donaldson | Amy Harmon | Elizabeth Wein | Andy Weir


 «Quando um livro nos consegue fazer sorrir, chorar e suspirar, sabemos que é um vencedor.»

Hallie tem dois segredos: é autora anónima de um blogue popular, onde resolve os dilemas dos leitores; e está perdidamente apaixonada... pelo seu médico. Sim, porque Hallie tem os dias contados, e só uns pulmões novos a salvarão. Terá ela coragem de se declarar antes de partir?
Flo encontra-se numa situação caricata. Vive no apartamento de um gato. E ela só terá um tecto, enquanto o felídeo estiver vivo.
Com esta nova condição, surgem pessoas interessadas no apartamento que lhe querem fazer a vida negra. Flo está preparada para tudo? Mas o que fazer quando o amor lhe bate à porta com uma surpresa agridoce?
Tasha é uma mulher citadina com um namorado viciado em aventura. É verdade que os opostos se atraem, mas estará ela preparada para a adrenalina que ele trouxe à sua vida?
Três mulheres, muitas escolhas e uma força extraordinária que as une de formas inesperadas. Neste novo livro de Jill Mansell celebra-se a vida, numa história romântica sobre carpe diem e segundas oportunidades.

*****

 O sexo é uma arma. Constrói, destrói e vicia... mas às vezes pode ser a salvação... a salvação de que Lyle e Sugar precisam.
Lyle Tarpin é um actor de Hollywood, com uma carreira de sucesso e uma reputação imaculada. Ninguém desconfia do seu passado turbulento e das mulheres pagas pela sua discrição. Lyle sempre conseguiu manter as duas facetas separadas e escondidas do público?
Até agora. Depois de ter sido fotografado num momento íntimo com Sugar – uma das mulheres que contratou –, a única forma de salvar a carreira é fingir uma relação. E de um momento para o outro, Lyle tem de desempenhar o maior papel da sua vida, com a única mulher que o descontrola.
Falida e com três empregos, Sugar tudo faz para tentar salvar-se das dívidas que tem acumuladas, inclusive passar uma noite com Lyle. Mas o inesperado acontece. Um encontro intenso torna-se numa relação amorosa com um dos homens do momento. E Sugar, não tem escolha: precisa do dinheiro.
Afinal, quão difícil será fingir que namora com um dos atores mais sensuais de Hollywood?
Quando há química entre ambos, é muito difícil!

*****

Uma deliciosa história de amor que suscita fortes emoções, ao estilo de Jane Austen.
Na Inglaterra do início do século XIX, espera-se que a principal ambição de uma mulher seja casar. Mas Kate Worthington conhece bem o seu coração e sabe que o casamento não está nos seus planos. O seu sonho é viajar até à Índia para encontrar paz para o seu espírito inquieto e se poder afastar da nefasta influência da sua família. Só que a mãe de Kate tem outros planos e propõe-lhe um acordo: Kate pode ir para a Índia, mas apenas se conseguir – e rejeitar – três propostas de casamento.

Kate viaja então até Blackmoore, uma imponente propriedade rural numa charneca junto ao mar, e pede ajuda ao seu querido amigo de infância, Henry Delafield, para alcançar os seus objetivos. Porém, quando se trata de assuntos de amor, os acordos significam pouco e os planos podem mudar. Ali, nas terras selvagens e misteriosas de Blackmoore, Kate terá de enfrentar a dolorosa verdade que há anos mantém o seu coração cativo. Será ela capaz de rejeitar uma proposta que poderá revelar-se a única forma de libertar o seu coração?

«Um romance fascinante, com um enredo fabuloso.» - Publishers Weekly

*****

Finalista do Prémio Goodreads Melhor Romance Histórico 
Em cada vida salva, um pequeno acto de rebelião?

1933. Angelo Bianco chega a Florença e é recebido pela família de Eva Rosselli. Os dois crescem juntos, ele católico, ela judia. Com o passar dos anos, a amizade que os une torna-se num amor impossível que desafia as crenças de ambos. Mas Angelo sabe que tem de seguir a sua vocação.
Agora, dez anos depois, Angelo é um padre católico e Eva está em risco de ser deportada, e precisa da sua ajuda. Após a chegada da Gestapo, Angelo esconde Eva num convento, onde muitos judeus estão a ser protegidos pela Igreja. Até que chega o dia em que nem o Vaticano consegue enfrentar os nazis.
Com a guerra e a morte iminentes, Angelo e Eva ajudam aqueles que foram despojados de tudo, colocando as suas vidas em risco todos os dias. E é ao tentar o destino e a sorte, que Angelo enfrenta a decisão mais difícil de todas para proteger a mulher que sempre amou.
... em cada luta, um ato de humanidade.

«Belo e exuberante. Trágico e astucioso. Guerra. Amor. Fé. Um tanque bélico que irrompe pelo coração adentro, deixando os destroços sob os quais crescem papoilas.» - Suanne Laqueur, autora vencedora do Writer's Digest Awards

*****
O retrato impressionante do mundo da espionagem, onde nunca nada é o que parece ser!

Uma missão falhada
No dia 11 de outubro de 1943, em plena Segunda Guerra Mundial, um avião espião britânico despenha-se em território francês ocupado pelos nazis. A bordo, numa missão ultrassecreta, seguem duas jovens amigas: Maddie, a piloto, e Verity, a passageira.
Nas mãos do inimigo
Apesar de sobreviver ao acidente, Verity é capturada pela Gestapo. Para uma agente secreta, ser aprisionada em território inimigo é o pior dos pesadelos. Os interrogadores nazis dão-lhe uma escolha difícil: revelar o objetivo da sua missão, em troca de dias de vida, ou enfrentar um destino terrível.
Traição ou salvação?
Enquanto escreve a sua confissão, Verity vai revelando o seu passado, numa história emotiva, cruel e redentora. Cada nova página representa mais tempo de vida para si, mas também mais segredos entregues ao inimigo. Resta saber se essa confissão será o suficiente para salvá-la e se conseguirá concluir com sucesso uma missão aparentemente condenada ao fracasso.

Um livro multipremiado. Um hino à amizade e à coragem.

*****
O novo romance do autor de O Marciano
Vencedor do Goodreads Choice Awards 2017

Para viver na Lua, Jazz Bashara faria qualquer coisa. Bom, mais ou menos. A vida em Artemis, a primeira e, até ver, única cidade da Lua, é difícil. Só turistas ricos ou milionários excêntricos que vivem a sua reforma dourada fora do planeta Terra é que conseguem usufruir em pleno do Mar da Tranquilidade. Um pouco de contrabando aqui e ali não é grave, certo?
É por isso que quando surge a oportunidade de, com um grande golpe, decidir o seu futuro, Jazz não hesita. Tem apenas de conseguir o impossível, e de o fazer fora da colónia, onde não só a gravidade é seis vezes inferior à da Terra como o Sol queima e o ar não existe.
Mas isso será apenas o começo de uma série de eventos que vai pôr em causa a existência da própria colónia. Jazz era apenas uma contrabandista a tentar ganhar a vida. Será que está preparada para pôr tudo em risco para salvar o único lugar onde alguma vez se sentiu em casa?
Do mesmo autor de O Marciano, adaptado para cinema com Matt Damon como protagonista e nomeado para 7 Óscares da Academia, esta é mais uma aventura cheia de emoção, ciência e um mundo tão vívido e intenso que quase dispensa qualquer adaptação.

«Tudo aquilo que poderíamos esperar! Inteligente, divertido, impossível de pousar.» - Ernest Cline, autor de Ready Player One

Novidade Nascente | Hipnose e Regressão: Do Mito à Prática Clínica | Dr. Alberto Lopes


LANÇAMENTOS
Porto | 21 de Julho | 19h | Fnac NorteShopping 
Lisboa | 27 de Julho | 19h | Fnac Vasco da Gama

«Algumas terapias deixam-nos bem, mas outras tornam-nos livres.»

Mestre em neuropsicologia e referência internacional na área da hipnose, Dr. Alberto Lopes, bem conhecido dos portugueses, apresenta uma série de casos reais, baseados na sua prática clínica, que evidenciam o poder da hipnose na melhoria do nosso bem-estar diário e na cura dos mais diversos problemas físicos, mentais e emocionais.



De que falamos quando nos referimos à hipnose? O que são o transe hipnótico e os estados alterados de consciência? Com base na sua experiência pessoal e em fortes evidências científicas, o Dr. Alberto Lopes leva-nos numa viagem pelos confins da nossa mente mais profunda, orientando-nos num mergulho introspectivo em direcção a uma verdadeira mina de pedras preciosas que, bem explorada, pode enriquecer a nossa vida com importantes aprendizagens.
Não esquecendo que, em última análise, toda a hipnose é realmente uma auto-hipnose, este livro explica como e onde a hipnose pode mudar de forma positiva a nossa maneira de pensar e o nosso comportamento para, assim, melhorar a nossa vida. Os exemplos que apresenta são casos reais, em que a hipnose de regressão foi eficaz no tratamento dos mais diversos problemas: depressão e ansiedade; medos e fobias; implicações do cancro; adições como o tabaco e o álcool.
O cérebro humano é um maravilhoso computador capaz de quase tudo. Porém, não traz manual de instruções, e a hipnose de regressão pode ser o guia que procuramos para mudar a nossa vida.

Oferta de CD com indução de auto-hipnose

«Não restam dúvidas de que as inovadoras técnicas e eficazes protocolos de intervenção, genialmente apresentados neste livro, acrescentando algo de novo à arte de curar, resultam, assim, num autêntico tratado em hipnose clínica. » — Prof. Doutor Idalino Almeida, Doutorado em Psicologia Clínica e Mestre em Psicanálise Clínica

Dr. Alberto Lopes é presidente da Associação Portuguesa de Hipnose Clínica e Hipnoanálise (APHCH). Licenciado em Psicologia pela Universidade Lusíada do Porto e mestre em Neuropsicologia pelo ISMAI, possui ainda uma pós-graduação em Medicina Legal, pelo Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar, entre muitas outras formações. É presença assídua em programas de televisão e de rádio, sendo convidado para opinar sobre hipnose clínica, psicologia não convencional e fenómenos alterados de consciência. 

Saiba mais sobre o autor em www.hipnoseeregressao.com.

Hipnose e Regressão: Do Mito à Prática Clínica (Nascente, 256 pp | 16,99€) está disponível nas livrarias desde 16 de Julho. A Nascente disponibiliza os primeiros capítulos para leitura aqui.

Novidade Vogais | Como Sobreviver a um Filho da P*ta | Robert I. Sutton


Não é por acaso que livros como A Arte Subtil de Saber Dizer Que Se F*da surgem no top de livros mais vendidos um pouco por todo o mundo. 

Afinal de contas, conviver com idiotas, seja no local de trabalho ou em outras situações, pode prejudicar o nosso desempenho e afectar o bem-estar. Estudos demonstram que ter um idiota numa equipa reduz o desempenho até 40 por cento. Se se sente ansioso, sobrecarregado, subestimado ou intimidado porque trabalha com alguém que é um filho da p*ta, agora já pode aprender como evitar, enganar e desarmar as armadilhas que lhe colocam. Como Sobreviver a um Filho da P*ta é a solução.
Avaliação de Idiotas : qual a gravidade do problema: —«Os idiotas recorrem a uma hoste de truques sujos para atormen‑ tar os seus alvos. Prestem atenção a estes pequenos acepipes contidos nos e‑mails que recebo. Carolos nas orelhas. Gritos. Um sorriso caloroso enquanto lhe sussurra ao ouvido: «És um falhado. Vou acabar contigo.» Uma idiota passivo‑agressiva que trata as pessoas como se fossem invisíveis e ignora os seus pedidos. Convida apenas os seus «preferidos» para a festa de Natal do escritório. Interrompe‑o «cinco vezes em cinco minutos». Pergunta: «Já acabaste essa merda?» Marca reuniões de equipa obrigatórias aos domingos. Atormenta‑a por trabalhar com demasiado afinco. Fulmina todos com o olhar, chama nomes, aparece todas as manhãs de mau humor, lança provocações constantes e trata todos os assuntos como se fossem uma emergência, faz tempestades em copos de água. Bajula os colegas pela frente e depois inventa mentiras maliciosas nas suas costas. Faz queixa de um empregado por chegar 15 minutos antes da hora. Tem um acesso de fúria por causa de uma entrega tardia de água para o dispensador do escritório. Faz‑ ‑lhe um elogio em oito anos de trabalho. Usa palavrões em quase todas as frases. Quando se irrita, respira como o Darth Vader. Despede os empregados pelo telefone e insiste em que outros colegas o façam também. Diz a uma colega de trabalho que os clientes têm pena dela por causa dos seus «olhos tristes». Chama a uma cliente «vaca horrorosa e andrajosa» quando esta não está a ouvir. Atira um cigarro aceso contra ele. Agarra‑a e morde‑a no braço, «para deixar marca». — Robert I. Sutton
*****
Robert I. Sutton, professor na Califórnia e autor de seis livros de Gestão, incluindo os bestsellers do New York Times, The No Asshole Rule e Good Boss, Bad Boss, começa por fazer o diagnóstico: com que tipo de idiota é que está a lidar? A partir daí, fornece estratégias testadas para lidar com pessoas rudes, mal-educadas, irritantes, desagradáveis ou meramente incompetentes. 

Útil e divertido, este livro vai ajudá-lo a analisar as situações e a desenvolver um plano pessoal que irá preservar a sua sanidade mental, evitando que os dias bonitos sejam arruinados por algum idiota. A Vogais disponibiliza os primeiros capítulos para leitura aqui.

Opinião | Quando Tu Voltaste | Maria Realf

Nunca nos esquecemos do Tal.
E não vai esquecer este livro.

Lizzie Sparkles devia ser a rapariga mais feliz do mundo... está a três meses de se casar com quem acha ser o Tal, no casamento dos seus sonhos! Passou os últimos três meses em êxtase. Mas, um fim-de-semana quando está a experimentar o vestido de noiva recebe notícias perturbadoras: o amor do passado regressa à sua vida como uma bomba! Depressa percebe que estas notícias ameaçam atrapalhar e eliminar os seus planos tão cuidadosamente elaborados.

O regresso inesperado de Alex muda tudo e Lizzie enfrenta um dilema impossível. Como poderá esquecer o passado, quando se depara com ele... e lhe pede mais uma oportunidade? E é forçada a fazer uma escolha que mudará a sua vida para sempre.

Uma história de amor comovedora e inesquecível, uma leitura emotiva, que não deixará os leitores indiferentes.

Bem... este livro fez-me ter sentimentos um pouco contraditórios, apesar de ter gostado muito do livro no seu todo.
Foi o primeiro livro que li desta autora e não fiquei nada decepcionada. Acaba por ter uma escrita um nadinha infantil, mas que vai melhorando ao longo das páginas, fazendo com que o leitor queira, depressa, saber o que aconteceu e o que vai acontecer.
Gosto muito de livros em que temos acesso ao passado das personagens e ao presente, alternadamente. Tenho lido alguns livros assim e ajuda-me imenso a perceber as atitudes e os porquês de algumas coisas terem acontecido. Não é um livro que deixe muito à imaginação do leitor, uma vez que é um romance um bocadinho cliché em que há um grande amor, um coração partido e depois a recuperação do desgosto que aquele amor causou.
Lizzie está noiva de Josh. Faltam algumas semanas ainda para o casamento, mas já a encontramos naquele frenesim e naquele reboliço que todo o casamento provoca. É uma rapariga moderna, decidida e enérgica, mas sempre me deu a impressão de que, apesar de amar Josh, faltava-lhe aquela chama e aquela vontade de chegar o dia em que seria esposa dele. Avança nas semanas de uma maneira quase de uma maneira aérea. Parecia-me sempre um bocado desligada de todo aquele processo que qualquer noiva ansiosa pelo dia do seu casamento passa. Quando ela sabe que o seu ex-namorado, Alex, está na cidade acaba por confirmar aquilo que eu pensava. Havia ainda algum sentimento no coração dela por aquele homem que a tinha deixado sem qualquer justificação ou hipótese de ela tentar ir com ele ou fazê-lo mudar de ideias.
No entanto, não estava nas ideias dela acabar tudo com o noivo só porque Alex tinha aparecido. A muito custo, obrigou-se a dar uma hipótese a Alex de se explicar. Tanto o porquê de ter desaparecido há anos atrás sem nunca lhe dizer onde estava e se estava a pensar voltar, como o motivo por ter voltado após tanto tempo de silêncio e desprezo pelo que eles tinham antes. Eram apaixonados um pelo outro, e não viviam um sem o outro, por isso, é óbvio que, apesar de ter acontecido a tragédia que aconteceu na família dele, ele tivesse, pelo menos, dado uma oportunidade de Lizzie ajudá-lo a ultrapassar aquela fase de dor. 
Depois de saber que ele voltou porque tem uma doença em estado avançado, Lizzie vacila e depois de muito sofrer e de muito pensar, apercebe-se de que afinal, as coisas não vão correr como ela tinha planeado. Aos poucos vai-se aproximando de Alex e quando sabe que o pode perder, desta vez para sempre, decide o que quer fazer, embora vá magoar e decepcionar muita gente no processo.
Tenho de admitir que  não gostei de Josh. Embora ele a amasse, tinha atitudes um bocado parvas e, para mim, algo inaceitáveis. A meu ver, era um homem um bocado infantil ainda e que, muitas vezes, colocava os amigos, as saídas, o desporto, acima de Lizzie.
O livro acaba de forma muito triste, mas expectável. Não estava propriamente à espera de um milagre, pois isso tiraria todo o crédito à história.
Em resumo, adorei o livro e a forma como ao longo do livro a escrita da autora foi amadurecendo e foi cativando os leitores, pelo menos a mim e a mais algumas pessoas com quem troquei opiniões.
Gostava de ler mais livros desta autora e vou ficar atenta aos próximos livros dela.