03/07/2015

Opinião "Sombras da Meia Noite" de Lara Adrian

Num deserto gelado mergulhado na escuridão, as linhas entre o bem e o mal, amante e inimigo, nunca são pretas ou brancas, mas desenhadas em tons de meia-noite. Algo inumano surgiu nos confins gelados do Alasca, deixando uma carnificina indizível na sua esteira. Para a piloto Alexandra Maguire, os assassínios trazem recordações de um evento horrível que ela testemunhou em criança e evocam uma inexplicável sensação de alteridade que há muito tempo sentia dentro de si mesma, mas nunca compreendera totalmente… até que um desconhecido sedutor e sombrio com os seus próprios segredos entra no seu mundo. Enviado de Boston para investigar os selvagens ataques e parar a matança, o vampiro guerreiro Kade tem os seus próprios motivos para regressar ao frio e proibitivo local do seu nascimento. Assombrado por uma vergonha secreta, Kade logo percebe a verdade surpreendente da ameaça que enfrenta, uma ameaça que porá em perigo a frágil união que formou com a corajosa e determinada jovem que desperta em si as paixões mais profundas e os anseios mais primários. Porém, ao trazer Alex para o seu mundo de sangue e trevas, Kade deverá enfrentar os seus demónios pessoais e o mal ainda maior que pode destruir tudo o que ele mais ama.

*Pode Conter Spoilers*
Como não podia deixar de ser Lara Adrian apresenta-nos mais um bom livro desta Saga. Dá-nos a conhecer o bravo e atormentado Kade e a maneira atribulada e nada simples que conheceu Alexandra.
Quer-me parecer que neste livro dá-se um ponto de viragem uma vez que agora, para além de estar em foco os Guerreiros que chegaram por último à Ordem, também as Companheiras de Raça, ou escolhidas dos guerreiros serão introduzidas de forma diferente do que nos livros anteriores.
Vamos falar nas personagens principais deste livro? Vamos.
Então, Kade é filho do Alasca. Proveniente de um Refúgio no Alasca orientado pelo seu pai Kir. É esse Refúgio que ele deixa para trás um ano antes. Kade, o guerreiro de olhos lupinos, foge da sua terra natal deixando para trás o seu irmão gémeo Seth e ao seu próprio pai, que sempre lhe deu a entender que o filho preferido seria Seth e não ele.
Ora, ter sido recrutado pela Ordem exactamente na altura em que resolve deixar tudo para trás foi desculpa mais que oportuna para abandonar a família sem mais qualquer justificação a dar. Ia servir a Ordem e isso era tudo. Uma vez que os novos ataques de um grupo de Renegados eram provenientes do Alasca seria mais do que evidente que quem seria para lá enviado era justamente quem mais queria de lá fugir. Kade.
O que é engraçado é que para além da pouca (nenhuma) vontade que ele tinha de regressar a casa, também não sentia qualquer vontade de acasalar tão cedo com uma Companheira de Raça e é exactamente isso que o espera. Com quem? Com a doce, mas não menos atormentada Alexandra Maguire. Também ela uma fugitiva, visto que foge da Flórida para o Alasca dez anos antes, depois do brutal assassinato da mãe e do irmão. Actualmente, uma piloto bem sucedida que tem a cargo uma cadela-lobo, um avião e um negócio de pequenos transportes em Harmony (Alasca).
Se podia andar aqui às voltas e depois acabar por vos dizer que ela e Kade apaixonam-se (quase) à primeira vista à moda de Lara Adrian? Podia, mas não seria exactamente a mesma coisa!! Prefiro ser directa e dizer logo de uma vez que não tardou a que eles se envolvessem, até porque ela tinha um temperamento forte e um instinto que lhe levava a confiar nele não importava que suspeitas ele pudesse levantar. Era uma mulher decidida e quando decidiu deixar-se levar por aquilo que sentia por ele, não hesitou.
Ele por seu lado, havia fugido atormentado para Boston e quando regressou ao Alasca, para além de tudo o que suspeitava sobre o seu irmão Seth, ainda tinha de lidar com um pai que continuava a não dar sinais de que o aceitava como ele era e que o teria sempre em má conta.
Ora bem, que mais posso dizer? Ele é o típico guerreiro da Ordem: Alto, musculado, de olhos cinzentos e severos que fazem lembrar os lobos. Tem um dom fantástico de comunicar com os lobos e interligar o seu espírito ao deles. Quem não gostava de ter esse dom!! Eu aqui me acuso!
Dito isto, é de salientar que para além de Lucan, Dante e Andreas, Kade é dos meus preferidos. É sensível, meigo, carinhoso e acima de tudo honesto e íntegro. Não quer esconder nada nem de Alexandra nem da sua família.
Quer-me parecer que Alexandra pescou um peixão e tanto :p
Neste livro, finalmente conseguem dar um avanço no caso de Dragos e d'O Antigo que andava à solta pelo mundo, sem vigilância e a fazer muitos estragos.
Ansiosa por dar mais um "passo" na história e conhecer mais um dos guerreiros fantásticos da Ordem.
(Este exemplar foi gentilmente cedido pela Quinta Essência em troca de uma opinião sincera)

Sem comentários:

Publicar um comentário

O seu comentário é valioso!
Obrigada pela visita e volte sempre!