15/07/2015

Opinião "Para Além da Meia-Noite" de Lara Adrian

Aos dezoito anos, Corinne Bishop era uma jovem bela e cheia de vida, com uma existência privilegiada como filha adotiva de uma família com dinheiro. O seu mundo mudou no instante em que foi raptada e mantida prisioneira pelo malévolo vampiro Dragos. Despois de muitos anos de cativeiro e tormento, Corinne é salva pela Ordem, um grupo de guerreiros vampiros envolvidos numa guerra contra Dragos e os seus seguidores. Para além de a terem despojado da sua inocência, Corinne perdeu também parte do seu coração… a única coisa que lhe dava esperança durante o seu calvário e a única que lhe interessa agora que é livre.
O guerreiro Hunter é incumbido de proteger Corinne durante o seu regresso a casa. Um dos assassinos mais letais de Dragos, Hunter trabalha agora para a Ordem, e está empenhado em fazer com que Dragos pague pelos seus muitos pecados. Ligado a Corinne pelo seu mútuo desejo, Hunter terá de decidir até onde está disposto a chegar para acabar com o reinado de maldade de Dragos… mesmo que concluir a sua missão signifique despedaçar o terno coração de Corinne.

*Pode Conter Spoilers*
Mais um livro da Saga, mais um guerreiro "emparelhado". Como sempre, Lara Adrian reservou uma Companheira de Raça o mais perfeita possível para um dos Guerreiros. Neste caso, o nosso Hunter.
Depois de terem conseguido resgatar as Companheiras de Raça raptadas há muitos anos por Dragos, eis que desta vez é Hunter, o Guerreiro recém adquirido pela Ordem, resgatado à maldade e crueldade de Dragos ficará encarregue de entregar Corinne, uma das Companheiras salvas pelas Companheiras da Ordem, no volume anterior, à sua família.
Ora bem, Corinne é, nada mais nada menos, do que a antiga protegida de Brock há muitos, muitos anos atrás. Aquela que ele pensava que tinha morrido por sua culpa e pela qual ele constantemente se martirizava. Afinal de contas, era o trabalho dele olhar por ela e bastou tirar os olhos dela 2 minutos para ela desaparecer por setenta anos.
Corinne é fantástica! A meu ver e a par de Gabrielle (Lucan) e Tess (Dante), é das melhores Companheiras de Raça e feita mesmo à medida para o incompreendido Hunter. 
É ela que o consegue abrir para as maravilhas do amor e é ela que o ensina a responder e a dar azo aos desejos da carne e do espírito. Mesmo com todo o sofrimento que ela passou às mãos do Antigo e de Dragos, ela consegue guardar no coração a capacidade de amar e de ensinar a amar. Traz consigo um segredo bem guardado, o qual alimenta-lhe o espírito e lhe dá forças para viver e continuar em frente.
A par desta história comovente entre Hunter e Corinne, temos também a decadência de Chase, o antigo membro da Agência, convertido, também ele em guerreiro quando Elise (ex-cunhada) decide ser Companheira de Raça de Tegan. Chase, com todo o seu mau feitio e auto-suficiência deixa-se cair no Desejo de Sangue e numa tentativa de compensar todos os que o haviam ajudado até ali, entrega-se nas mãos do inimigo. Será que vai conseguir safar-se? Tanto dos inimigos como do Desejo de Sangue que transforma um Vampiro num Renegado? 
Ansiosa que chegue o dia em que saberemos o que de facto vai acontecer com Chase (um dos meus preferidos também).
Lara Adrian, consegue mais uma vez, prender-nos a mais um capítulo da vida destes guerreiros, de uma maneira simples e fácil. Com algum humor mordaz pelo meio, muita emoção e sentido da Vida. Qualquer ser humano, vampiro ou não, tem direito de ser amado e de amar.

(Este exemplar foi gentilmente cedido pela Quinta Essência em troca de uma opinião sincera)

Sem comentários:

Publicar um comentário

O seu comentário é valioso!
Obrigada pela visita e volte sempre!