01/07/2014

Opinião "Viciadas em Sapatos" de Beth Harbison

Quando se apercebe de que o montante da dívida dos seus cartões de crédito já ascende a 30 mil dólares, Lorna Rafferty decide que tem de fazer algo em relação ao seu vício por sapatos. Decide então criar o grupo Shoe Addicts Anonymous, propondo aos futuros membros que troquem sapatos, de modo a impedir que sintam necessidade de continuar a comprar novos pares. Juntam-se assim quatro mulheres muito diferentes, mas todas em situações desesperadas, que acabam por partilhar muito mais que apenas sapatos, nascendo entre elas a esperança de tempos melhores…

Viciadas em Sapatos é um romance simultaneamente divertido e comovente, que celebra a força da amizade feminina e o poder da união.






Eis um livrinho *delicioso* que me fez passar umas horas muito agradáveis. Não conhecia a autora e quando o comecei a ler admito que estava com medo de ser tempo perdido, uma vez que sapatos não são o meu tema preferido. No entanto, logo na primeira página conhecemos Lorna, a pior viciada em sapatos que eu poderia conhecer. A principio é-me complicado perceber como uma pessoa consegue queimar 30 mil dólares em cartões de crédito para comprar sapatos compulsivamente (eu tenho 2 pares de sapatos e um par de ténis comprados na Decathlon). É para mim, inconcebível uma coisa dessas. Que me digam que adoram sapatos, tudo ok, mas daí a hipotecarem a vida toda por causa disso? Uma loucura! No entanto, à medida que ia conhecendo as personagens, Lorna, Helene, Joss e Sandra, fui começando a perceber o que as movia e, após muitas gargalhadas na companhia destas quatro mulheres maravilhosas, cada uma à sua maneira, quase fiquei com vontade de ter um vício qualquer para poder fazer parte de um grupo destes.
A escrita de Beth assemelha-se muito, acho eu, à escrita de Debbie Macomber ou de Ruth Cardello, simples, cuidada ao mesmo tempo que é fluída. Não há, obviamente cenas de sexo ou erotismo explícito, mas o que falta em luxúria abunda em amizade, amor, romance e muito humor. Das personagens todas as que gostei mais foi da Helene e da Sandra, sendo esta última uma pessoa com quem eu me identifico em alguns aspectos da vida.
Todas juntas, formarão um grupo de quatro mulheres empreendedoras e vitoriosas, as quais comparei muito com as amigas do Quarteto de Noivas,  da Nora Roberts. 
Amigas destas, arranjadas por um acaso, por situações do dia a dia que a isso obrigaram é um tiro em cheio na sorte.

Gostei muito e estou curiosa com o segundo volume desta série! Mais uma boa aposta da Presença.

(3,5*)

Sem comentários:

Publicar um comentário

O seu comentário é valioso!
Obrigada pela visita e volte sempre!