26/07/2016

Novidade Marcador | Confissões de uma Médica | Sofia Serrano

Médica, mãe, tudo a tempo inteiro.
Com prefácio de Mário Cordeiro
Em alguns momentos, a vida de uma médica até pode ter a mesma emoção das séries de televisão, mas a realidade - o dia a dia num serviço de urgências - não pode ser inventada por guionistas nem reduzida a episódios de 50 minutos; a realidade é sempre mais imprevisível e profunda do que a ficção.

Ao longo de vários anos, Sofia Serrano escreveu sobre a sua realidade diária: o trabalho árduo e aparentemente infinito durante o curso de medicina, a primeira autópsia, o primeiro parto por cesariana, as noites em branco e os turnos de 24 horas, os 110 nascimentos no seu primeiro ano de internato, a pressão de ter de tomar decisões, em segundos, que podem salvar uma vida.

Mas ser médico é mais do que a experiência clínica e a habilidade com o bisturi. No registo pessoal de quem escreve um diário, tão emocionante como divertido, tão sincero como comovente, esta obstetra/escritora mostra-nos os bastidores da vida hospitalar e familiar de uma médica, desvendando os segredos e o lado humano de alguém que também é mãe, e mulher, e que precisa desesperadamente do seu café para superar as maratonas nas urgências.

Confissões de uma Médica leva-nos para a intimidade de alguém que tem a assombrosa missão de trazer ao mundo, todos os dias, novas vidas - tantas vezes salvando aquelas que estão em risco. Relata as peripécias rocambolescas e cómicas de quem passa tanto tempo num hospital, como os amantes que visitam as grávidas antes dos maridos ou as mulheres que se julgam gordas, quando estão, de facto, grávidas de gémeos. 

Mas, mais do que tudo, é um relato fiel e empolgante de alguém que é apaixonado pelo ofício que escolheu: ajudar a dar à luz, a trazer vida ao mundo - um milagre que nunca deixa de nos espantar.

«Retrata com bastante realidade e emoção a vida de quem decide ser médico. Os leitores mudarão a forma de olhar os médicos. E os médicos a forma de olhar a vida.» 
Dra. Maria do Céu Santo
«Em pequena, queria ser astronauta, depois jornalista, mas acabei por me apaixonar pela medicina, e a obstetrícia conquistou-me no dia em que assisti à magia de um parto.
Lisboeta de nascença, cresci na margem sul nos anos 1980, e acabei por rumar ao Sul do país, onde trabalho actualmente, depois de ter feito a especialidade de ginecologia e obstetrícia.
Apaixonada por ecografia obstétrica e medicina materno-fetal, sou também vice-presidente da delegação do Algarve da Associação para o Planeamento da Família (APF), onde posso ajudar a fazer a diferença na saúde das pessoas.
Mãe malabarista, divido-me entre a família, que adoro, a paixão pela profissão exigente, o desafio de ser saudável e um amor de sempre que é escrever.
Em 2012, criei o _blogue Café, Canela & Chocolate, onde escrevo regularmente sobre medicina, maternidade, viagens e outros temas.»

Sem comentários:

Publicar um comentário

O seu comentário é valioso!
Obrigada pela visita e volte sempre!