11/03/2019

Novidades TopSeller | Rachel Abbott | Kristan Higgins | Stephanie Butland

«Muito bem escrito e viciante. Não o consegui pousar até ao final.» - Robert Bryndza, autor bestseller de A Rapariga no Gelo

Quem acreditará na sua história se a única testemunha estiver morta?
Mark e Evie vivem numa casa magnífica, no alto de uma falésia, com grandes janelas de vidro viradas para o mar. Após um romance breve e repentino, Evie engravidara e decidiram viver juntos naquela casa, que pertencia a Mark.
A irmã de Mark, Cleo, desconfia. O irmão mal tinha feito o luto da primeira mulher, quando conhecera Evie. Nem sequer conseguia descer ao ginásio da casa, por ter sido lá que ela morrera, num alegado acidente. E agora, quando Evie surge com nódoas negras e feridas, culpando pequenos acidentes e distrações suas, Cleo fica novamente preocupada. O seu irmão é um homem bom. Ele não pode ter nada a ver com aquilo. Ou pode?
Na noite em que a sargento Stephanie King é chamada à casa do alto da falésia, encontra um cenário de terror. Dois corpos entrelaçados na cama, sangue espalhado por toda a parte. Um deles morto, o outro vivo.
O que terá acontecido realmente naquela noite?
«Li este livro perturbador e viciante de uma só vez. Adorei.» - Laura Marshall, autora do bestseller Pedido de Amizade 


Prémio RITA para Melhor Romance Contemporâneo
Poderá o homem errado ser a alma gémea que ela procura?
Grace é perita em inventar namorados imaginários. Muito mais do que um escape para a sua vida tristonha, é uma forma de lidar com problemas e pretendentes indesejados. Mas tudo se complica quando Grace vai a um casamento e o pior acontece: além de o seu ex-noivo também estar presente – mas agora como namorado da sua irmã mais nova –, a família começa a pressioná-la para arranjar marido. Correndo o risco de ser apresentada a um qualquer infeliz escolhido pela mãe, Grace recorre ao velho truque e? inventa o namorado perfeito! Tão perfeito, que agora até a família o quer conhecer! Mas quem será este príncipe encantado? Uma coisa é certa, terá de ser o oposto do carrancudo Callahan O'Shea, vizinho de Grace. 
Com um passado obscuro e um feitio insuportável, ele nunca poderia ser seu namorado. Se bem que Grace não se importaria de ter alguém com os mesmos atributos físicos de Callahan? Ou o mesmo sentido de humor? Ou o seu coração meigo?Não! O terrível Callahan não é o homem perfeito que Grace tem em mente. Mas há algo que a inquieta? 
Se ele é tão errado, porque é que tudo encaixa tão bem quando estão juntos?


Era uma vez uma rapariga que confiava os seus segredos aos livros...

No coração de York, em Inglaterra, uma pequena livraria tornou-se o refúgio da jovem Loveday Cardew - o único sítio em que a tímida livreira se sente segura. Só aí pode cuidar dos livros da mesma forma que os livros cuidam de si, ensinando-a a entender os sentimentos que a inquietam: a solidão, com Anna Karénina; a alegria de viver, com A Feira das Vaidades; as paixões avassaladoras, com O Monte dos Vendavais.

Depois de uma tragédia que lhe roubou tudo, uma infância passada com uma família de acolhimento e um relacionamento falhado, não é de admirar que Loveday prefira os livros às pessoas. Até que um dia, numa paragem de autocarro, ela encontra um livro perdido. Em busca deste livro surge Nathan, um poeta que se deixa encantar pela jovem livreira mas que não consegue quebrar a sua barreira de gelo, a não ser com a ajuda de Archie, o excêntrico dono da livraria onde trabalha.

Mas é quando os livros da sua infância começam a aparecer misteriosamente na livraria, que Loveday terá de aprender a confiar nos outros, para descobrir quem será a pessoa do seu passado que está a tentar contactá-la.

Terá ela coragem para revelar a vida que, durante tantos anos, tentou esconder entre os livros?

«Um livro perfeito para bibliófilos. Vai deixar rendido qualquer leitor que queira perder-se num mundo de literatura, amor e companheirismo, numa história sobre perdão e renascimento.» Booklist

Sem comentários:

Publicar um comentário

O seu comentário é valioso!
Obrigada pela visita e volte sempre!