10/10/2018

Opinião | A Duquesa Inesperada | Valerie Bowman | Romance de Época | TopSeller

Uma história deliciosa sobre desencontros, mal-entendidos e paixões escondidas.
Lady Lucy Upton é conhecida pela sua beleza exótica, mas também pela língua afiada que afasta qualquer pretendente. Apesar do mau feitio, ela é a pessoa ideal para ajudar a tímida Cassandra a desencorajar a corte do Duque de Claringdon, que está à procura de esposa.
Com palavras ousadas e desafios impróprios de uma senhora, Lucy torna-se a sombra de Cassandra, falando no lugar dela na altura de repelir o duque. Contudo, o duque é mais obstinado do que elas imaginavam, deixando Lucy surpreendida por encontrar alguém capaz de responder às suas provocações.
O que Lucy não sabe é que o duque não desistirá de Cassandra. Ele é um homem de honra. E a verdade é que, antes de regressar da guerra, o seu amigo Julian, às portas da morte, o fizera prometer que casaria com a jovem. Apesar de não a amar, Cassandra seria a esposa perfeita? se Lucy não metesse constantemente o nariz onde não é chamada! O pior é que agora o duque não consegue ficar indiferente à atrevida mulher! Como cão e gato, os dois iniciam uma perigosa batalha de temperamentos.
Mas a lei da atração dita que um deles terá de ceder?
(Pode Conter Spoilers...) 
Gostei imenso deste livro, como já seria de esperar. Sou um coração de manteiga e os romances de época atingem-me sempre em cheio. Contudo, nem foi bem o romance que mais me fez gostar deste livro, e sim as personagens, particularmente Lady Lucy. Uma mulher de fibra e de língua afiada, que não tem medo de dizer o que pensa e de fazer o que diz.
Começando de fora para dentro, dizer que a capa é maravilhosa é dizer pouco. Leva-nos directamente para uma época em que, parecendo que não, tudo era mais simples. Tudo era mais "preto no branco". Os vestidos eram lindíssimos e elevavam logo a estima de uma mulher (não me farto de dizer que nasci na época errada), bem como a "moral" dos cavalheiros, se é que me faço entender
Neste caso em particular, para além da beleza estonteante de Lady Lucy, é o seu feitio irrascível e desafiante que mais atrai o nosso Duque de Claringdon, Derek. 
Se por um lado Derek quer assentar e criar raízes com uma mulher calma e dócil como Cassandra, a melhor amiga de Lucy, por  outro lado, o seu lado mais selvagem e indomável recusa-se a colocar Lucy fora das hipóteses. Lucy é, efectivamente, tudo o que Derek sempre quis numa mulher, mesmo que não tivesse noção disso. É linda de morrer, inteligente e astuta e é possuidora de um feitio absolutamente frustrante e felino. É uma mulher fiel aos seus princípios e às suas amizades, o que já diz muito sobre ela. No entanto, apesar de todas as qualidade (e defeitos), Lady Lucy é uma solteirona já acostumada com a ideia de que terá de casar mesmo sem amor e quando Derek aparece, todas as suas suposições e crenças vão por água abaixo. De todos os homens a quem foi apresentada ao longo dos anos de apresentação à Sociedade, nunca ela tinha encontrado um que lhe fizesse frente e Derek conseguiu enfrentá-la de forma a que ela se sentisse desafiada e viva.
Gostei imenso da dinâmica entre os dois, explosiva no mínimo, e as amigas dela, Cassandra e Jane, também não me passaram despercebidas. Gostei muito do jeito gentil e dedicado de Cassandra, mas, adorei a Jane. Conseguia ser pior ainda que Lucy no que ao feitio dizia respeito, vou adorar ler o livro da Jane, com toda a certeza.
Entre situações mirabolantes e de morrer a rir, sentimos sempre aquela paixão borbulhante entre Lucy e Derek e, se um dia Lucy tinha desabado em frente à Rainha, daquela vez teria de trincar a língua, se quisesse ter o homem dos seus sonhos e, neste caso, pesadelos.
Agradou-me muito a escrita de Valerie Bowman. Não senti, em momento algum, que fosse uma escrita forçada ou presunçosa. As cenas mais quentes entre os dois são simplesmente adoráveis e intensas e derretem o coração mais empedernido, isso garanto.

Ansiosa para ler o seguinte!

Sem comentários:

Enviar um comentário

O seu comentário é valioso!
Obrigada pela visita e volte sempre!